Como limpar seus pincéis de maquiagem

Oi meninas lindas, tudo bem com vocês???

Todas lindas trabalhadas no gliter??? Espero que sim.

Hoje vamos tratar de uma coisinha super hiper mega blaster plus advanced  de importante, que é a limpeza dos pincéis de maquiagem. Fala a verdade, tem hora que os bichinhos estão uó de sujinhos né não??? Tipo numa situação que dá até nojinho de usar.

E coleguinhas, não tem que ter só nojinho não. Tem que ter é medinho (eu teria medão) e sabem porque? Pincéis sujos são depósitos de fungos e bactérias e se não higienizados corretamente podem fazer mal a sua pele. E nenhuma trabalhada no gliter vai querer isso, ou vai???

A grande maioria das matérias que eu li nos blogs da vida, o pessoal faz a limpeza com água, shampoo e condicionador (pois é meninada, os profissionais tratam os pincéis muitíssimo bem).

A higienização deve ser feita uma vez por mês, para as lindas que como eu se maquiam sozinhas e umas duas para os profissionais do make.

Uma dica interessante: se você é uma profissional do make, vale muito a pena ter um pincel reserva, pois não tem como ficar fazendo a higienização entre uma maquiagem e outra. =D

Abaixo, vou colocar umas dicas de limpeza que eu garimpei no blog do Sadi Consati (gentemmmm, babei no homem…que lindo!):

LIMPEZA A:


Molhar as cerdas do pincel na torneira. Somente as cerdas, não o cabo! Água em temperatura normal.


Colocar um pouco de shampoo na mão.


Faça movimentos circulares: para a direita – para a esquerda – para frente – para tras, até sentir que o pincel liberou toda maquiagem.


Enxágue na torneira deixando a água cair no sentido das cerdas: do cabo em direção às pontas. Nunca ao contrário: das pontas em direção ao cabo.


Tire o excesso de água apertando com a mão.

LIMPEZA B:


Colocar um pouco de água dentro de uma tijela. A altura da água não pode ser maior que a altura das cerdas. Não pode molhar o cabo do pincel!


Misture um pouco do shampoo com a água.


Faça movimentos circulares: para a direita – para a esquerda – para frente – para tras, até sentir que o pincel liberou toda maquiagem.


Enxágue na torneira deixando a água cair no sentido das cerdas: do cabo em direção às pontas. Nunca ao contrário: das pontas em direção ao cabo.


Tire o excesso de água apertando com a mão.

CONDICIONADOR:


Colocar um pouco de água dentro de uma tijela. A altura da água não pode ser maior que a altura das cerdas. Mais uma vez: não pode molhar o cabo do pincel!


Misture um pouco do condicionador com a água.


Faça movimentos circulares: para a direita – para a esquerda – para frente – para trás.


Tire o excesso de água apertando com a mão.


E com um papel toalha tire ao máximo a água, apertando com a mão.


Deixar secando naturalmente, ‘deitado’ em cima de uma toalha. Nunca em pé! Nunca coloque no sol. Aconselha-se a não usar o secador.

Outra dica importantíssima: se você guarda seus pincéis em estojo, tem que higienizar ele também, caso contrário não vai adiantar nadica de nada o que você já fez.

Para as limpezinhas de emergência, existem produtos específicos para isso (tema pra outro post…rsrs). Se você tem alguma perfumaria de confiança, pergunte lá e com certeza te indicarão um produtinho bem bão!

Pois então é isso meninas lindas, não é difícil manter tudo limpinho. Sigam as diquinhas e afastem as bactérias destes rostinhos lindos.

Bjinhos e até a póxima
Amira

Seu Comentário é muito Importante!

Comentários

Mulher Sofre!!!

Em homenagem ao meu último post, um texto muito engraçado sobre o nosso sofrimento na depilação!

Depilação VirilhaFonte da imagem

“Tenta sim. Vai ficar lindo”.

Foi assim que decidi… Por livre e espontânea pressão de amigas, me render à depilação na virilha.

Falaram que eu ia me sentir dez quilos mais leve. Mas acho que pentelho não pesa tanto assim. Disseram que meu namorado ia amar, que eu nunca mais ia querer outra coisa. Eu imaginava que ia doer, porque elas ao menos me avisaram que isso aconteceria. Mas não esperava que por trás disso, e bota por trás nisso, havia toda uma indústria pornô-ginecológica-estética.

– Oi, queria marcar depilação com a Penélope.
– Vai depilar o quê?
– Virilha.
– Normal ou cavada?
Parei aí. Eu lá sabia o que seria uma virilha cavada. Mas já que era pra fazer, quis fazer direito.
– Cavada mesmo.
– Amanhã, às… Deixa eu ver…13h?
– Ok. Marcado.

Chegou o dia em que perderia dez quilos. Almocei coisas leves, porque sabia lá o que me esperava, coloquei roupas bonitas, assim, pra ficar chique. Escolhi uma calcinha apresentável. E lá fui.

Assim que cheguei, Penélope estava esperando. Moça alta, mulata, bonitona. Oba, vou ficar que nem ela, legal. Pediu que eu a seguisse até o local onde o ritual seria realizado. Saímos da sala de espera e logo entrei num longo corredor. De um lado a parede e do outro, várias cortinas brancas. Por trás delas ouvia gemidos, gritos, conversas. Uma mistura de Calígula com O Albergue. Já senti um frio na barriga ali mesmo, sem desabotoar nem um botão. Eis que chegamos ao nosso cantinho: uma maca, cercada de cortinas.

– Querida, pode deitar.

Tirei a calça e, timidamente, fiquei lá estirada de calcinha na maca. Mas a Penélope mal olhou pra mim. Virou de costas e ficou de frente pra uma mesinha. Ali estavam os aparelhos de tortura. Vi coisas estranhas. Uma panela, uma máquina de cortar cabelo, uma pinça. Meu Deus, era O Albergue mesmo. De repente ela vem com um barbante na mão. Fingi que era natural e sabia o que ela faria com aquilo, mas fiquei surpresa quando ela passou a cordinha pelas laterais da calcinha e a amarrou bem forte.

– Quer bem cavada?
– É… é, isso.

Penélope então deixou a calcinha tampando apenas uma fina faixa da Abigail, nome carinhoso de meu órgão, esqueci de apresentar antes.

– Os pêlos estão altos demais. Vou cortar um pouco senão vai doer mais ainda.
– Ah, sim, claro.

Claro nada, não entendia porra nenhuma do que ela fazia. Mas confiei. De repente, ela volta da mesinha de tortura com uma espátula melada de um líquido viscoso e quente (via pela fumaça).

– Pode abrir as pernas.
– Assim?
– Não, querida. Que nem borboleta, sabe? Dobra os joelhos e depois joga cada perna pra um lado.
– Arreganhada, né?

Ela riu. Que situação. E então, Pê passou a primeira camada de cera quente em minha virilha Virgem.
Gostoso, quentinho, agradável. Até a hora de puxar. Foi rápido e fatal.

Achei que toda a pele de meu corpo tivesse saído, que apenas minha ossada havia sobrado na maca. Não tive coragem de olhar. Achei que havia sangue jorrando até o teto. Até procurei minha bolsa com os olhos, já cogitando a possibilidade de ligar para o Samu. Tudo isso buscando me concentrar em minha expressão, para fingir que era tudo supernatural. Penélope perguntou se estava tudo bem quando me notou roxa. Eu havia esquecido de respirar. Tinha medo de que doesse mais.

– Tudo ótimo. E você?

Ela riu de novo como quem pensa “que garota estranha”. Mas deve ter aprendido a ser simpática para manter clientes. O processo medieval continuou. A cada puxada eu tinha vontade de espancar Penélope. Lembrava de minhas amigas recomendando a depilação e imaginava que era tudo uma grande sacanagem, só pra me fazer sofrer. Todas recomendam a todos porque se cansam de sofrer sozinhas.

– Quer que tire dos lábios?
– Não, eu quero só virilha, bigode não.
– Não, querida, os lábios dela aqui ó.
Não, não, pára tudo. Depilar os tais grandes lábios ? Putz, que idéia.
Mas topei. Quem está na maca tem que se foder mesmo.
– Ah, arranca aí. Faz isso valer a pena, por favor.

Não bastasse minha condição, a depiladora do lado invade o cafofinho de Penélope e dá uma conferida na Abigail.

– Olha, tá ficando linda essa depilação.
– Menina, mas tá cheio de encravado aqui. Olha de perto.

Se tivesse sobrado algum pentelhinho, ele teria balançado com a respiração das duas. Estavam bem perto dali. Cerrei os olhos e pedi que fosse um pesadelo. “Me leva daqui, Deus, me teletransporta”. Só voltei à terra quando entre uns blábláblás ouvi a palavra pinça.

– Vou dar uma pinçada aqui porque ficaram um pelinhos, tá?
– Pode pinçar, tá tudo dormente mesmo, tô sentindo nada.

Estava enganada. Senti cada picadinha daquela pinça filha da mãe arrancar cabelinhos resistentes da pele já dolorida. E quis matá-la. Mas mal sabia que o motivo para isso ainda estava por vir.

– Vamos ficar de lado agora?
– Hein?
– Deitar de lado pra fazer a parte cavada.
Pior não podia ficar. Obedeci à Penélope. Deitei de ladinho e fiquei esperando novas ordens.
– Segura sua bunda aqui?
– Hein?
– Essa banda aqui de cima, puxa ela pra afastar da outra banda.

Tive vontade de chorar. Eu não podia ver o que Pê via. Mas ela estava de cara para ele, o olho que nada vê. Quantos haviam visto, à luz do dia, aquela cena? Nem minha ginecologista.

Quis chorar, gritar, peidar na cara dela, como se pudesse envenená-la. Fiquei pensando nela acordando à noite com um pesadelo. O marido perguntaria:

– Tudo bem, Pê?
– Sim… sonhei de novo com o cu de uma cliente.

Mas de repente fui novamente trazida para a realidade. Senti o aconchego falso da cera quente besuntando meu Twin Peaks. Não sabia se ficava com mais medo da puxada ou com vergonha da situação. Sei que ela deve ver mil cus por dia. Aliás, isso até alivia minha situação. Por que ela lembraria justamente do meu entre tantos? E aí me veio o pensamento: peraí, mas tem cabelo lá? Fui impedida de desfiar o questionamento. Pê puxou a cera. Achei que a bunda tivesse ido toda embora. Num puxão só, Pê arrancou qualquer coisa que tivesse ali. Com certeza não havia nem uma preguinha pra contar a história mais.

Mordia o travesseiro e grunhia ao mesmo tempo. Sons guturais, xingamentos, preces, tudo junto.

– Vira agora do outro lado.

Porra.. por que não arrancou tudo de uma vez? Virei e segurei novamente a bandinha. E então, piora. A bruaca da salinha do lado novamente abre a cortina.

– Penélope, empresta um chumaço de algodão?

Apenas uma lágrima solitária escorreu de meus olhos. Era dor demais, vergonha demais. Aquilo não fazia sentido. Estava me depilando pra quem? Ninguém ia ver o tobinha tão de perto daquele jeito. Só mesmo Penélope. E agora a vizinha inconveniente.

– Terminamos. Pode virar que vou passar maquininha.
– Máquina de quê?!
– Pra deixar ela com o pêlo baixinho, que nem campo de futebol.
– Dói?
– Dói nada.
– Tá, passa essa merda…
– Baixa a calcinha, por favor.

Foram dois segundos de choque extremo. Baixe a calcinha, como alguém fala isso sem antes pegar no peitinho?
Mas o choque foi substituído por uma total redenção. Ela viu tudo, da perereca ao cu.
O que seria baixar a calcinha? E essa parte não doeu mesmo, foi até bem agradável.

– Prontinha. Posso passar um talco?
– Pode, vai lá, deixa a bicha grisalha.
– Tá linda! Pode namorar muito agora.

Namorar…namorar… eu estava com sede de vingança. Admito que o resultado é bonito, lisinho, sedoso. Mas doía e incomodava demais. Queria matar minhas amigas. Queria morrer peluda, protestar contra isso. Queria fazer passeatas, criar uma lei anti depilação cavada.

 

Salvar

Salvar

Seu Comentário é muito Importante!

Comentários

Cabelo que fala por você

Você já deve ter ouvido estes ou outros estereótipos relacionados à cor do cabelo das mulheres, se já não escolheu a sua com base neles. Mas será que isso é realmente verdade? Existe a possibilidade de entregar toda a sua personalidade assim, só com um tom? “Não, não existe,” acredita Nilo Leal, hairstylist da Casa Mauro Freire. “Mesmo porque hoje em dia as pessoas já perceberam que o sexy, o temperamental ou o sério são questões de comportamento. Caso contrário, uma mulher careca não poderia ser nada disso, e ela pode”.

TESTE: Como anda a saúde do seu cabelo?

Mas também não vá pensando que não tem como transmitir o seu jeitinho para os outros. O problema é que a história é um pouco mais comprida do que três cores e três personalidades correspondentes. Philip Hallawell, autor do livro Visagismo: harmonia e estética (Editora Senac), explica: “Quando a pessoa vê uma imagem, de imediato reage emocionalmente às linhas, formas e cores, muito antes que possa pensar sobre o significado da imagem.

A cor do cabelo, portanto, sempre vai criar uma emoção ou uma sensação determinada.” E o bacana é que essas emoções e sensações são muitas! Ficou difícil, né? E agora, como eu posso customizar as madeixas para que elas fiquem com a minha cara?

Veja as nossas dicas e vire especialista no assunto.

O que você quer que o cabelo diga?
Para o bem da sua autoestima, os seus fios precisam expressar a imagem certa, aquela que tem tudo a ver com você. O objetivo é destacar os seus pontos fortes, o que você mais ama, tanto no seu rosto quanto na sua personalidade. “Meu trabalho com elas é encontrar o melhor dentro do que elas têm de melhor, e isso pode ser feito da mesma maneira com as loiras, as ruivas ou as morenas,” diz Nilo.

O visagismo, técnica baseada justamente no destaque de qualidades pela imagem, prega que por mais agradável e equilibrado o seu look esteja, ele vai te trazer para baixo se não transmitir exatamente o que você quer. É daí que vem aquele sentimento de “não gostei”.

Não é só a cor que importa
Muitos outros elementos podem transformar o seu cabelo, além da coloração. O formato, que pode ser retangular, triangular ou circular, também é um elemento fácil de mexer e que diz muita coisa, assim como o comprimento – curto, médio ou longo. E das linhas do cabelo, você já ouviu falar? São as mechas, as luzes e até a franja. Todos estes aspectos podem ser modificados para que o seu visual expresse quem você é.

Quem nunca quis pintar e cortar o cabelo igual a alguma celebridade-queridinha? Por mais comum que essa situação seja,
ela muitas vezes é perigosa. Afinal, os seus traços, tom de pele e olhos podem muito facilmente não ter nada a ver com os da famosa do momento. Pode ser que o seu cabeleireiro diga isso logo de cara ou pode ser que você tenha que aprender esta lição sozinha, se lamentando no banheiro. Assim, respeite sempre tanto a sua personalidade quanto as características do seu rosto. Philip Hallawell dá a dica: “Procuro fornecer muita informação para que possa refletir e decidir conscientemente se é isso que realmente deseja. A decisão afinal é sempre do cliente”.

Carinha de natural
Lembre-se de que a harmonia estética, por mais que não seja o objetivo principal, sempre vai ajudar. Dá para ser diferente, mas de preferência sempre agradável aos olhos. Assim, uma cor que pareça natural é aposta segura. “O mais bonito vai continuar sendo a naturalidade, mesmo que ela seja construída no salão”, lembra o expert Nilo Leal. “Independente do que for feito, se parecer que você nasceu assim, o resultado é favorável”. Mas se você é negra e a sua vontade é ser loira, não se preocupe. Beyoncé está aí para nos mostrar que dá para ser linda assim, e muito! Só é importante lembrar que, quanto mais diferente do original for o tom escolhido, melhor você vai ter que cuidar de si mesma. Fios contrastantes exigem uma aparência saudável ao máximo, todos os dias.

Ruivo: Associada ao sangue, a cor vermelha é passional e temperamental. Assim, tons puxados para o ruivo costumam passar uma imagem mais emotiva.

Loiro: O amarelo é um tom luminoso, ligado ao Sol. Uma loira vai transmitir leveza, alegria e energia, e não necessariamente sensualidade. O que atrai inconscientemente os homens é a ideia de aventura e dinamismo, ou seja, nada de comprometimento.

Castanho: Os marrons remetem à terra, geralmente significando firmeza e densidade. Quando alguém vê uma morena, logo imagina que ela é bem-estruturada e que leva a sério tudo a que se compromete.

Curto: Os fios na altura da orelha direcionam o olhar para cima, criando uma sensação de leveza. Além disso, você vai parecer independente e madura, alguém que sabe cuidar dos próprios problemas. Quem não é assim pode se sentir desconfortável quando cortar.

Médio: Por ser no meio do caminho, o cabelo médio é neutro, mas acaba transmitindo características semelhantes às do curto. Madeixas aparadas no ombro significam maturidade ao mesmo tempo que rejuvenescem, já que levantam a expressão do rosto.

Longo: Por um lado cria a sensação de liberdade por ser solto, e por outro, passa a ideia de dependência por ser direcionado à terra. Muitas mulheres mantêm os fios compridos para parecerem mais novas e não percebem que ele pode prejudicar a vida profissional, por não transmitir muita credibilidade, e a amorosa, por significar certa imaturidade.

E aí meninas, gostaram? Qual a cor que vocês mais gostam? Qual o tamanho ideal para vocês???

Bjinhos e até a próxima
Amira

Ps: Matéria retirada do site ITodas

Seu Comentário é muito Importante!

Comentários

Me apresentando

Olá, menininhas!

CíntiaDepois do post da Amira, eu meio que me senti na obrigação de me apresentar. Estou escondidinha há mais ou menos uma semana, porque não queria dar as caras antes de ter algum assunto interessante pra tratar. E tenho vários, falta o tempo pra pesquisar e escrever, mas daqui a pouco eles aparecem.

Enfim, eu sou a Cíntia, amiga da Kátia e convidada por ela pra ser colaboradora do Coisas de Menininha. O que mais pode interessá-las? Sou mineira, tenho 23 anos e falo muito. Isso é importante, pois meus posts costumam ser bem grandinhos. Não sou muito ligada em maquiagem, mas entendo um pouquinho de cosméticos, principalmente os pra pele oleosa ou cabelo seco-relaxado-tingido-chapado e outras coisas que nós, menininhas, gostamos. Ah, claro, sou mais uma entre tantas viciadas em esmaltes. Sou a dona hiperativa e multiuso de vários blogs, mas vou deixar aqui apenas o principal, pois lá podem ser encontrados os links dos outros. É o Free to be me, com assuntos variados, mas principalmente livros e músicas, duas grandes paixões.

Como eu já disse, o tempo anda curto, mas já estou preparando uma postagem com dicas de produtos para pessoas alérgicas. Se você tiver alguma, fique à vontade pra falar, que eu vou tentar encontrar alguma coisa pra ajudar.

Beijos e até a próxima

Seu Comentário é muito Importante!

Comentários

Feliz Dia das Mamães!!!

Amanhã é o Dia das Mães. Um dia para dedicar àquela que sempre tem cuidado de você um carinho especial.

Nós menininhas resolvemos homenagear nossas mamãezinhas aqui, pois graças a elas somos meninas animadas e trabalhadas no glitter! hahaha

Mamães! Nossa homenagem é simples, mas sincera tá?

Amamos vocês!!!

Tá, então lá vai:

Primeiro, a homenagem da Amira para a mamãe dela:

“Sabe, toda vez que eu vejo essa foto dou muita risada.

Essa carinha de “não tô gostando” muito da minha mãe é mega engraçada.

Mas engraçado mesmo, ou melhor, especial é o amor que eu sinto pela minha mãe.

Essa mulher forte, guerreira que fez de mim o que eu sou hoje.

Ela é incansável. Aliás, acho que todas as mães são incansáveis.

Neste dia que lhes foi dedicado quero render a minha mãe todas as homenagens possíveis pois ela merece.

Isso aqui é apenas uma pontinha do que posso fazer por ela.

Ainda vou enche-la de orgulho.

Mamis, eu te amo muitão”.

Agora, o carinho da Cintia pra mamãe dela:

“Acho que eu não sou muito boa pra escrever esse tipo de coisa, falar dos meus sentimentos pelas pessoas próximas… Mas quero dizer à minha mãe que, mesmo que às vezes não pareça, mesmo que eu nunca consiga demonstrar, eu reconheço que tudo o que sou hoje, eu devo a ela.

Mães são seres humanos. Erram. Sabem nos irritar como ninguém. Mas são as únicas que nunca vão dizer ‘não’ quando você liga de manhã pedindo pra pegar um ônibus na hora do almoço e levar um cartão que você esqueceu. Ou que vai comprar galão de água quando acaba, porque sabe que você não consegue ficar sem água. Que vai lembrar de guardar a asinha do frango.

Não gosto de datas comemorativas, porque acho que o reconhecimento deve ser dado no dia-a-dia. Mas já que elas existem, não me custa desejar um feliz dia das mães à minha mãe e a todas as mães… mães-mães, mães-madrastas, mães-amigas, mães-irmãs, mães-avós, mães-tias, mães-primas… simplesmente mães!”

Agorinha, a homenagem da Jujuba pra mamãe dela:

“Eu amo muito a minha mãe desde que eu tava na barriga dela, mas não tinha o hábito de demonstrar… mas, ultimamente mudei esse mau hábito!

Resolvi mudar esse mau hábito e encher minha mamãe de beijos toda vez que a vejo e dizer que a amo, sempre!

Isso porque me caiu a ficha que o momento para dizer à nossa mamãe o quanto a amamos é hoje!!!

É hoje o dia de lhe dar carinho, é hoje o dia de lhe dar atenção, é hoje o dia de esmagá-la de tanto abraçar e beijar, enfim, é hoje o dia de amá-la!!!

Se você tá com a sua mãezinha aí do teu lado, dê um abração nela e diga o quanto a ama!”

Feliz Dia das Mães para todas as Mamães!!!

E um beijão especial pra mamis da Luh Testoni, a Sra Sandra, que tá dodói por esses dias. (a Luh Testoni tá dodói, não a mamãe dela, viu gente?)

Beijo Dona Sandra e Feliz Dia das Mães!!!

Beijos de todas nós!

Seu Comentário é muito Importante!

Comentários

Nova no pedaço

Oie meninas que adoram coisas de menina. Essa aí da foto sou eu (linda né não, fala a verdade…hahahaha…modéstia mode on).

Eu sou novata aqui no pedaço sabe, nem sei bem como fazer as coisas aqui mas a gente vai tentando.

Minha amiga do peito master blaster Katia Jujuba me convidou para ser colaboradora do blog, pra dar uma diversificada nos assuntos.

O meu primeiro post (quer dizer, segundo…porque o primeiro é esse né? hahaha) será sobre uma coleção PODICHIQUE de batons do Tom Ford. Meninas, as cores são leeeennndassss, verdadeiro bafão!!!

Bom, vou finalizando…se quiserem saber um pouco mais sobre mim, acessem meu twitter: http://twitter.com/amsaleh

Bjinhos e até a próxima.
Amira

Seu Comentário é muito Importante!

Comentários

Esmaltes – Coleção Atitude Ana Hickmann

Mais uma coleção da Ana Hickmann pra esse outono-inverso é a linha Atitude de esmaltes!

Lindos! Lindos! Lindos! Modernos! Tudo de bom!

São 9 tons MARA! Pra todos os gostos!

Dá uma olhadinha!

Beijo na Boca!: vermelho forte.

Uau!: marrom chocolate, levemente gliterizado.

Frisson!: cinza médio, com base no ameixa e aspecto amarronzado.

Escândalo!: framboesa fechado.

Arrasou!: rosa nude.

Poderosa!: rosa com partículas refletoras de luz.

Tudo ou Nada!: roxo escuro.

Abalou!: marrom avermelhado bem fechado, com partículas refletoras de luz.

Luxo!: cinza titânio.

E aí o que acharam? Eu ameie todos!!!!

Bijokas da Jujuba!!!!

Seu Comentário é muito Importante!

Comentários

Esmaltes – Coleção Noivinhas Ana Hickmann

Agora vou falar sobre as novas coleções de esmaltes da Ana Hickmann!!!

Primeiro, a coleção Noivinhas!

Tá pensando em casar? Ótima opção essa! Não está pensando em casar? É ótima também!!! rsrs

Olha que coisas mais fofas!!!

Ps. Fotinho tirada do Blog 9ml (maravilhoso, por sinal)

Bem Casada é um rosa transparente com um brilho muito delicado. Tem um toque purpurinado como pontos de luz.

Lua de Mel é um rosa puxado para o tom salmão.

Chuva de Arroz é um branco leitoso, de excelente cobertura, mas sem deixar de ser transparente.

O Noivinha é um branco intermediário, translúcido e com cobertura suave.

Eu achei muito fofos! E vocês, o que acharam?

Bijokas da Jujuba

Seu Comentário é muito Importante!

Comentários

Amiga Quase Secreta!

Olha só que fofos os presentinhos que eu ganhei da minha amiga quase secreta Andressa Lodi lá do TCM!

Lindas né? São três necessaires pra eu guardar minhas coisinhas!

E olha só que fofis os detalhes!

Brigadinha Lodi!!!!

Eu amay meu presentinhooo!!!!

Bijokasss

Seu Comentário é muito Importante!

Comentários

Fazendo as unhas com NK Unhas Inteligentes

Esses dias eu ganhei da minha amiga Maria (ti adoro miga!) dois kits de unhas da NK. Um kit pras mãozinhas e um pros pezinhos.

Sinceramente, eu nunca tinha visto, pois não sou muito de fazer unha em manicure, mas confesso que adorei!

Olha só que bonitinhos:

Bom, pra quem ainda não usou e tá curiosa, dá uma olhadinha nas informações que eu peguei no próprio site da NK Unhas Inteligentes.

“NK Unhas Inteligentes é uma linha profissional de produtos que possui matérias-primas 100% vegetais de fontes renováveis que evita o ressecamento da pele e proporciona um completo tratamento para as mãos, pés e unhas.

Luvas e meias descartáveis com uma exclusiva emulsão antisséptica que permite amolecer rapidamente as cutículas e agiliza o serviço de manicure, pedicure e podologia.

Dispensa o uso de água.

Evita a contaminação por fungos e bactérias (micoses) cuidando da saúde da cliente e da profissional.

A emulsão é livre de parabenos (conservantes) e petroquímicos. Substâncias responsáveis por dermatites e alergias.

Os produtos seguem o mais rigoroso controle de qualidade e oferecem importantes benefícios para o salão e para as clientes.

Uso individual e descartável.

Fragrância suave e agradável.

Ao usar os produtos a cliente ganha um completo tratamento para mãos, pés e unhas. Conheça os principais ativos:

Uréia – Alto poder hidratante

Queratina – Fortalecimento das unhas

Vitamina E – Antioxidante que previne o envelhecimento da pele

Akorex L – Auxilia na proteção dos raios UV

Óleo de Copaíba – Tem ação antisséptica, antimicótica, anti-inflamatória e cicatrizante”

Olha só como usar o kit:

Viu que chique? Então, eu usei e aprovei! Meus pezinhos ficaram macios e cheirosinhos!

Agora só tenho que encontrar mais pra deixar de reserva, o que é meio complicadinho, pq essa cidade é pouco abastecida em termos de coisas de menininha! rsrsrs

Maria, quando você quiser me dar mais coisa de menininha eu vou adorar tá?

E pra vocês, meninas, bijokas da Jujuba!

Comentem aí! huhu

Seu Comentário é muito Importante!

Comentários